O projecto dos "100 dias"

01.01.'08 - Apresentação e arranque do projecto ............ SIC
12.05.'08 - Primeiras conclusões aos 80 dias ................... SIC 02.07.'08 - Transportes amigos do ambiente .................. RTP2
18.09.'08 - Conclusões finais aos 130 dias ....................... TVI 22.09.'08 - Dia Europeu da Mobilidade 22.09.2008 ........ RTP1
02.11.'08 - Caia Quem Caia e as bicicletas ....................... TVI 30.12.'08 - Fim do Projecto dos "100 dias" ...................... RCP
01.01.'09 - Fim do projecto dos "100 dias" ...................... SIC 06.01.'09 - 100 dias na Prova Oral .......................... Antena 3


1 Outra reportagem
2 Outra reportagem
3 Outra reportagem
4 Outra reportagem
5 Carmona Rodrigues


Tese de mestrado "Contribuição do modo BICI na gestão da mobilidade urbana" - Descarregar PDF »»

Dia 132 - 17.09.2008

De Santos ao Rato .... de bicicleta eléctrica.
Da cota 05 à cota 60m, 5 km sem qualquer esforço ou suor.

E finalmente chegou. Como prometido, um empresário Português que comercializa bicicletas eléctricas por cá, trouxe-me um dos seus modelos de bicicletas assistidas electricamente, para a testar em Lisboa durante umas semanas.

Resolvi testá-la imediatamente, com uma subida do Largo de Santos atá ao Rato, subindo a Rua de São Bento, que, para quem não conhece, é longa (mais de 1 km) e com inclinação média (até 5%).

E fiquei logo convencido das potencialidades deste tipo de bicicletas. É muito semelhante à minha "BH", modelo de cidade, apenas tem um motor eléctrico no eixo da roda de trás, alimentada por uma bateria.

O motor é activado com o movimento dos pedais, e numa subida com a Rua de São Bento, sem qualquer esforço por parte do ciclista, esta máquina coloca-me no Rato sem uma única gota de suor. É interessantíssimo sentir o impulso que o motor eléctrico dá à bicicleta, no arranque. Em plano atinge 25 km/h, e numa subida de 4 ou 5% de inclinação, transporta-me a cerca de 12km/h. Quando lhe instalar o ciclómetro, terei dados mais concretos.

Nos próximos dias vou usá-la, e estou convencido que as distâncias percorridas vão aumentar, e os tempos gastos vão diminuir.

Paulo Santos

2 comentários:

jorgetwin disse...

Espero ansiosamente pelos resultados dos tempos de deslocação, agora que existe força motriz adicional, de certeza que ainda passa a ser mais compensador, infelizmente no meu caso e pela distância exagerada do local de trabalho até casa (+ 30 Kms) associado ao facto de muitas vezes começar o dia de trabalho pela casa dos clientes que se dispersam desde o norte a sul do país não consigo utilizar a bicicleta todos os dias, mas já tenho voltado várias vezes para casa na bicicleta, principalmente às sextas, o que me obriga depois a voltar de bicicleta ou transporte para vir buscar o carro.
Porém mantenho já há 2 anos no escritório uma bicicleta barata que uso todos os dias em que lá estou, para ir almoçar (apenas 1 km ida e volta), tenho de começar a ir almoçar mais longe.
Entretanto já que planeia projectar alterações para a circulação de bicicleta pelos centros urbanos, dê uma vista de olhos por este link às vezes o mais simples também pode dar resultados.( http://voudebicicleta.eu/WordPress/?p=196 )
Já agora espero ver fotos da nova bicicleta e contactos do importados.

Wasserluft disse...

Aguardo o feed-Beck dessa Bike .
Ja faço o Percurso de Bicicleta para o trabalho diariamente desde 2000 desde que coltei de Munique onde adquiri o vicio de BTT em cidade . Único problema em relação á Capital da Bavária são os condutores aqui que para além de não terem respeito nenhum , ás vezes parece que fazem deliberadamente para nos atingir .
Não vou mencionar tudo o que penso aqui dos Taxistas que não dignificam em nada a sua profissão como condutores .
http://oestribo.hi5.com

Relatos de quem já pedala pela cidade de Lisboa .............

São cada vez mais aqueles que usam a bicicleta como meio de transporte em Lisboa ( 29 testemunhos) ....................................... ver mais »

Engenharia Civil - Vias de Comunicação e Transportes

Intermodalidade de Transportes na cidade de Lisboa
Quanto lhe custa TER e USAR o seu automóvel ?
Os "100 dias" nos media

FAQs, Links, e informações de interesse para o ciclista ..........................

O código da estrada e os velocípedes ....................................
Rede de zonas cicláveis em Lisboa .....................................
Estacionamento para bicicletas, na cidade de Lisboa .............. brevemente
Rede de lojas e oficinas de bicicletas em Lisboa ............ brevemente
Transporte de bicicletas no metropolitano de Lisboa ...............
Transporte de bicicletas nos comboios da CP .....................
Transporte de bicicletas nos comboios da Fertagus ................
Transporte de bicicletas nos barcos da Transtejo e Soflusa ............
Custos comparativos com o uso do automóvel ............................ brevemente
Revistas da especialidade ......................................................... brevemente
Associações e grupos de entusiastas ........................................ brevemente
Eventos ................................................................................... brevemente

C.V. resumido


Currículo Vitae
Paulo Manuel Guerra dos Santos, Eng.º Civil.
Contacto: guerradossantos@gmail.com

Dados Pessoais
Nascido em 1973

Experiência Profissional
1995 a 2007 – Colaborador em diversas empresas de Projecto de Estradas e Consultoria (Proplano, Triede, Tecnofisil, Consulógica), onde desenvolveu competências na área do desenho e projecto de estradas, em particular com recurso às aplicações informáticas: AutoCAD, SMIGS e CIVIL 3D.

Experiência Pedagógica
1994 a 2007 – Mais de 6000h de formação ministradas em diversas escolas, centros de formação e empresas do continente e ilhas, nas áreas de Robótica Industrial, CAD, Topografia e Projecto de Estradas Assistidos por Computador.

Estágios Profissionais e Projectos Internacionais
2007 – Participação em projecto académico europeu na área da engenharia hidráulica, na Alemanha.
2007 – Estágio na Finnish Road Administration (Instituto de Estradas Finlandês), na cidade de Turku, na Finlândia.
2006 – Participação em projecto académico europeu na área da engenharia hidráulica, na Holanda.
1993/ 94 – Estágios na área da Robótica Industrial, em empresa tecnológica do sector metalomecânico, em Portugal.

Formação Académica
2007 – A preparar a tese de mestrado sob o tema “100 dias a ciclar na cidade de Lisboa”, com início previsto para 01 de Janeiro de 2008.
2007 – Conclusão da Licenciatura bi-etápica em Engenharia Civil, Ramo de Vias de Comunicação Rodoviárias, ISEL, com média de 15 valores.
1999 – Conclusão do Bacharelato em Engenharia Civil, ISEL, com média de 14 valores.

Formação Profissional em Novas Tecnologias de Informação
1995 a 2006 – Diversas acções de formação profissional nas áreas de Robótica Industrial, CAD, SIG, Topografia, Engenharia de Estradas, Design Gráfico e Criação de páginas de Internet.
1992 a 1994 – Curso de Robótica Industrial, CENFIM, com 3000h.

Formação Pedagógica
1994 a 2003 – Diversas acções de Formação Pedagógica de Formadores e Meios Audiovisuais.

Certificações Pedagógicas
Desde 2000 – Certificado pela AutoDESK, como formador autorizado em tecnologias de desenho e projecto assistidos por computador.
Desde 1998 – Certificado pelo IEFP como Formador, com CAP.

Resumo da situação actual
Actualmente exerce actividade em regime de freelancer como Técnico Especialista e Formador nas áreas de:

- Desenho Técnico Assistido por Computador (AutoCAD), para Arquitectura, Engenharia e Construção, a 2D, 3D e 4D.
- Modelação Digital de Terrenos, para Topografia (CIVIL 3D).
- Cálculo de Vias de Comunicação Rodoviárias Assistido por Computador (CIVIL 3D).

Outras informações
Disponibilidade total. Flexibilidade de horários. Habituado a viajar pelo país e pelo estrangeiro.
Muito bom nível de inglês falado e escrito. Excelentes capacidades de comunicação.
Não fumador. Dador de sangue. Praticante de desportos de combate.