O projecto dos "100 dias"

01.01.'08 - Apresentação e arranque do projecto ............ SIC
12.05.'08 - Primeiras conclusões aos 80 dias ................... SIC 02.07.'08 - Transportes amigos do ambiente .................. RTP2
18.09.'08 - Conclusões finais aos 130 dias ....................... TVI 22.09.'08 - Dia Europeu da Mobilidade 22.09.2008 ........ RTP1
02.11.'08 - Caia Quem Caia e as bicicletas ....................... TVI 30.12.'08 - Fim do Projecto dos "100 dias" ...................... RCP
01.01.'09 - Fim do projecto dos "100 dias" ...................... SIC 06.01.'09 - 100 dias na Prova Oral .......................... Antena 3


1 Outra reportagem
2 Outra reportagem
3 Outra reportagem
4 Outra reportagem
5 Carmona Rodrigues


Tese de mestrado "Contribuição do modo BICI na gestão da mobilidade urbana" - Descarregar PDF »»

Dia 098 - 18/06/2008

Santos » Praça do Chile » Rêgo » Santos

Ontem fui dar aulas a um centro de formação na Praça do Chile, pela primeira vez desde que iniciei este projecto. Como sempre tenho feito, a primeira vez que vou a um sítio não levo a bicicleta. Existem demasiadas incognitas para que eu me sinta à vontade. Por isso, ontem, preocupei-me em observar e retirar elementos da envolvente: os percursos, os tempos, o sítio para estacionar, as condições para um higiene rápida no corpo, etc ...

Hoje, saí de casa com a bike, para ir a esse mesmo centro de formação. Percurso:
Santos, Baixa, Rossio, Martim Moniz, Av. Almirante Reis, Praça do Chile.

Surpresas agradáveis:

1º A inclinação da Av. Almirante Reis, que subi pela primeira vez, rondará os 2.0%-2.5%. A um ritmo calmo, sobe-se bem.

2º As temperaturas da manhã, mesmo no verão, são agradáveis, permitindo subir sem esforço acrescido.

3º Às 09:00h, não notei que existisse um tráfego muito intenso nesta via da cidade.

4º Deixei a bicicleta dentro de uma loja, que redescobri pertencer a um familiar :)

5º Descobri que, afinal, há mais gente a andar de bicicleta em Lisboa do que se julga.


(uma bike amarrada junto à estação de metro do Martim Moniz)

(um ciclista a subir a Av. Almirante Reis, e bem carregado)

(mais um ciclista a subir a Av. almirante Reis. O ponto amarelo que vâm nas suas costas, é o capacete da criança que ele transporta atrás, na cadeirinha. Excepcional, não é?)

(e mais um jovem de bicicleta, na Rua Morais Soares)

Aspectos a melhorar:

No troço inicial da Av. Almirante Reis, durante uns bons 600m, o pavimento está completamente deformado na berma, tornando desagradável a condução de bicicleta.

(deformação e degradação do pavimento, na berma, junto aos carris do eléctrico 28)


Ao final do dia, dei um salto ao gabinete de engenharia do Rêgo. Da Praça do Chile segui pela Av. Guerra Junqueiro, em sentido contrário ao do trânsito, pelo passeio que é largo e no sentido ascendente. Praça de Londres, Av. Elias Garcia, Av. Berna e Rêgo. 20 minutos de percurso pelas 17:30h.

A Av. Elias Garcia é uma via exemplar no que toca a no futuro ser uma zona partilhada por automóveis e bicicletas:
- Passeio central com árvores,
- Uma única via de circulação em cada sentido, e estreita, estimulando velocidades reduzidas.
- É uma via perpendicular às principais, como a Av. da República ou Av. 5 de Outubro, o que significa um ciclo de semáro mais longo de vermelho, mais uma vez, estimulando velocidades baixas.
- Estacionamentos à esquerda e à direita.

Em suma, uma via secundária exclusivamente para acesso local.


Pelas 19:00h regressei a casa, desta vez por caminhos já familiares:
- Praça de Espanha,
- Av. António Augusto de Aguiar,
- El Corte Ingés,
- Parque Eduardo VII,
- Rua de Artilharia 1 (dou esta volta para fugir ao Marquês em hora de ponta),
- Rato,
- Rua de São Bento a mais de 50km/h (com capacete),
- e Santos.

Aproxima-se a passos largos o final deste projecto ... e o início de outro:

" +100 dias de bicicleta em Lisboa "

Cumprimentos.

Paulo Santos
10811m de altitude e 1174km percorridos de bicicleta em Lisboa, desde 01/Jan/2008

8 comentários:

Rui Salvaterra disse...

Parece-me interessante divulgar neste seu espaço a iniciativa da SCML, com a particularidade da prova de bicicleta no dia 6 de Julho que não deixa de ser mais uma acção para reforçarmos a mobilidade deste meio na cidade de Lisboa.

Detalhes em: http://510anos.scml.pt/


A si, parabéns pela iniciativa!

guerradossantos@gmail.com disse...

Vou sem dúvida divulgá-lo. Infelizmente não estarei em Lisboa esse fim-de-semana, mas muitos utilizadores de bicicleta se juntarão sem dúvida a esta iniciativa da Santa Casa.
Obrigado pelo apoio.
Paulo Santos.

Rui disse...

Nestes últimos 2 dias também pedalei muito!

Ontem fui para o trabalho e vim almoçar a casa, dá 31 km. Depois, no final do dia, ainda enchi o reboque de coisas que tinha para levar à minha mãe (uns 25 kg) e na volta parei no supermercado. No total foram 46 km!

Hoje fui para o trabalho e voltei a vir almoçar a casa. No final do dia encontrei-me com a minha namorada na ciclovia do Campo Grande, para irmos jantar ao Picoas Plazza, experimentando os novos estacionamentos.

Mas estavam muitos restaurantes fechados, acabámos por ir jantar a um italiana com esplanada junto ao Parque Eduardo VII.

No total foram mais 39 km!

No final do dia já tinha perdido a conta às pessoas que vi de bicicleta pela cidade!

Rui Sousa

guerradossantos@gmail.com disse...

Rui, excelente testemunho. Se vir por aí um tipo de bicicleta com uma bandeirinha pendurada, mande-o parar, e dê-lhe dois dedos de conversa.
Continuação de boas voltas pela cidade.
Paulo Santos.

Frederico disse...

Sobre a Almirante Reis e o início até à Igreja dos Anjos - percurso com carris dos eléctricos!

Eu quando passo por aí normalmente vou imediatamente à esquerda dos carris...
Opto por isso por tanto o espaço à direita como o espaço entre carris ser demasiado irregular!
Para além disso permite-me mais facilmente desviar-me para a faixa da esquerda se vier um eléctrico e eu estiver a ir realmente mais lento, ou pelo contrário ultrapassar um eléctrico que esteja na paragem.

Frederico disse...

Entretanto, queria aproveitar para te dar os parabéns pelo fim próximo dos 100 dias!

É com agrado que vi que rapidamente ultrapassaste as dúvidas que terias quanto à dificuldade que andar de bicicleta representa e que tens conseguido muitas vitórias para que as bicicletas sejam vistas com outros olhos.
Nomeadamente as diversas entrevistas em que apareceste na televisão (uma ou outra opinião que transmitiste não coincide com as minhas mas isso é uma das belezas da nossa sociedade), o espaço de debate que este teu blog tem sido e também o famoso parqueamento do Picoas (mesmo que seja um wheel bender).

Acabámos por nunca nos encontrar, o que tenho pena, mas acredito que tal ainda irá acontecer.

Novamente, muitos Parabéns pela tua iniciativa!

Frederico

AMG disse...

parabens por ter levado a cabo tal experiencia e desta forma mostrar que Lisboa tambem é transitavel por outro tipo de veiculos. tambem costumo ir ate ao meu local de trabalho de bike (Odivelas/Stª Apolonia).

AMG disse...

parabens por ter levado a cabo tal experiencia e desta forma mostrar que Lisboa tambem é transitavel por outro tipo de veiculos. tambem costumo ir ate ao meu local de trabalho de bike (Odivelas/Stª Apolonia).

Relatos de quem já pedala pela cidade de Lisboa .............

São cada vez mais aqueles que usam a bicicleta como meio de transporte em Lisboa ( 29 testemunhos) ....................................... ver mais »

Engenharia Civil - Vias de Comunicação e Transportes

Intermodalidade de Transportes na cidade de Lisboa
Quanto lhe custa TER e USAR o seu automóvel ?
Os "100 dias" nos media

FAQs, Links, e informações de interesse para o ciclista ..........................

O código da estrada e os velocípedes ....................................
Rede de zonas cicláveis em Lisboa .....................................
Estacionamento para bicicletas, na cidade de Lisboa .............. brevemente
Rede de lojas e oficinas de bicicletas em Lisboa ............ brevemente
Transporte de bicicletas no metropolitano de Lisboa ...............
Transporte de bicicletas nos comboios da CP .....................
Transporte de bicicletas nos comboios da Fertagus ................
Transporte de bicicletas nos barcos da Transtejo e Soflusa ............
Custos comparativos com o uso do automóvel ............................ brevemente
Revistas da especialidade ......................................................... brevemente
Associações e grupos de entusiastas ........................................ brevemente
Eventos ................................................................................... brevemente

C.V. resumido


Currículo Vitae
Paulo Manuel Guerra dos Santos, Eng.º Civil.
Contacto: guerradossantos@gmail.com

Dados Pessoais
Nascido em 1973

Experiência Profissional
1995 a 2007 – Colaborador em diversas empresas de Projecto de Estradas e Consultoria (Proplano, Triede, Tecnofisil, Consulógica), onde desenvolveu competências na área do desenho e projecto de estradas, em particular com recurso às aplicações informáticas: AutoCAD, SMIGS e CIVIL 3D.

Experiência Pedagógica
1994 a 2007 – Mais de 6000h de formação ministradas em diversas escolas, centros de formação e empresas do continente e ilhas, nas áreas de Robótica Industrial, CAD, Topografia e Projecto de Estradas Assistidos por Computador.

Estágios Profissionais e Projectos Internacionais
2007 – Participação em projecto académico europeu na área da engenharia hidráulica, na Alemanha.
2007 – Estágio na Finnish Road Administration (Instituto de Estradas Finlandês), na cidade de Turku, na Finlândia.
2006 – Participação em projecto académico europeu na área da engenharia hidráulica, na Holanda.
1993/ 94 – Estágios na área da Robótica Industrial, em empresa tecnológica do sector metalomecânico, em Portugal.

Formação Académica
2007 – A preparar a tese de mestrado sob o tema “100 dias a ciclar na cidade de Lisboa”, com início previsto para 01 de Janeiro de 2008.
2007 – Conclusão da Licenciatura bi-etápica em Engenharia Civil, Ramo de Vias de Comunicação Rodoviárias, ISEL, com média de 15 valores.
1999 – Conclusão do Bacharelato em Engenharia Civil, ISEL, com média de 14 valores.

Formação Profissional em Novas Tecnologias de Informação
1995 a 2006 – Diversas acções de formação profissional nas áreas de Robótica Industrial, CAD, SIG, Topografia, Engenharia de Estradas, Design Gráfico e Criação de páginas de Internet.
1992 a 1994 – Curso de Robótica Industrial, CENFIM, com 3000h.

Formação Pedagógica
1994 a 2003 – Diversas acções de Formação Pedagógica de Formadores e Meios Audiovisuais.

Certificações Pedagógicas
Desde 2000 – Certificado pela AutoDESK, como formador autorizado em tecnologias de desenho e projecto assistidos por computador.
Desde 1998 – Certificado pelo IEFP como Formador, com CAP.

Resumo da situação actual
Actualmente exerce actividade em regime de freelancer como Técnico Especialista e Formador nas áreas de:

- Desenho Técnico Assistido por Computador (AutoCAD), para Arquitectura, Engenharia e Construção, a 2D, 3D e 4D.
- Modelação Digital de Terrenos, para Topografia (CIVIL 3D).
- Cálculo de Vias de Comunicação Rodoviárias Assistido por Computador (CIVIL 3D).

Outras informações
Disponibilidade total. Flexibilidade de horários. Habituado a viajar pelo país e pelo estrangeiro.
Muito bom nível de inglês falado e escrito. Excelentes capacidades de comunicação.
Não fumador. Dador de sangue. Praticante de desportos de combate.