O projecto dos "100 dias"

01.01.'08 - Apresentação e arranque do projecto ............ SIC
12.05.'08 - Primeiras conclusões aos 80 dias ................... SIC 02.07.'08 - Transportes amigos do ambiente .................. RTP2
18.09.'08 - Conclusões finais aos 130 dias ....................... TVI 22.09.'08 - Dia Europeu da Mobilidade 22.09.2008 ........ RTP1
02.11.'08 - Caia Quem Caia e as bicicletas ....................... TVI 30.12.'08 - Fim do Projecto dos "100 dias" ...................... RCP
01.01.'09 - Fim do projecto dos "100 dias" ...................... SIC 06.01.'09 - 100 dias na Prova Oral .......................... Antena 3


1 Outra reportagem
2 Outra reportagem
3 Outra reportagem
4 Outra reportagem
5 Carmona Rodrigues


Tese de mestrado "Contribuição do modo BICI na gestão da mobilidade urbana" - Descarregar PDF »»

Dia 030 - 09/02/2008

Mais um sábado sem grandes estórias. Treino de futebol no Estádio Universitário, saída de casa pelas 9:30h, percurso de bina até ao Chiado, metro até à Cidade Universitária e restantes 1000m de bina. Chegada às 10:05h.



(a minha Trek encostada na contraporta do metro)

Depois, almoço na cantina da Av. das Forças Armadas e desta vez, para agradar ao Delta, resolvi regressar a casa a pedalar. Segui pela primeira vez pela Av. da República, pela lateral poente, a ritmo lento. Sem estresses, sem tráfego.



(uma bina estacionada junto ao Monumental, no Saldanha)


Depois descida até ao Marquês, Av. da Liberdade pela lateral poente, Rossio e descida pela Rua Augusta até à Rua de São Julião, para passar pela Biclas.com e despedir-me da Trek que esta rapaziada me emprestou. Durante 27 dias acompanhou-me pela cidade e permitiu-me descobrir este novo meio de viajar pelo espaço físico e pelo tempo. Fica aqui o meu adeus, com saudade, a esta excelente máquina :). Na segunda, vou buscar a minha nova paixão: uma BH urbana (erradamente chamada "de senhora"), totalmente equipada. Esta vai acompanhar-me, não só pelo resto do projecto, mas durante muitos e bons anos a pedalar pela cidade. Pelo menos assim o espero.

(a minha nova companheira de pedaladas) - veja-a na na biclas.com

Um grande abraço.

7 comentários:

Miguel Carvalho disse...

Grande bicicleta! Uma bicicleta urbana mesmo!
Por acaso eu também diria que é de senhora... mas a minha é parecida! ;)

delta disse...

Caro Paulo,
Espero que se dê ainda melhor com a BH do que com a Trek, dado que foi a escolha para a vida...!
Vá dando notícias também sobre esta nova máquina. Talvez eu venha a comprar uma!
Levou mesmo a sério, hein!
Foi apenas uma pequena provocação!
De qualquer forma, diga lá se não sabe mesmo bem descer a Fontes P. Melo e Liberdade, de bicicleta?
É um dos meus trajectos preferidos aos domingos de manhã, com pouquíssimos carros.
A minha actividade profissional, não é compatível com o uso da bicicleta. No entanto, é raro o dia em que não faço 20-30 km de bicicleta. É uma terapia espetacular!
Até há ano e meio atrás, raramente andava de bicicleta. Tinha dores num joelho, começava já ter um pequeno problema de coração, cansava-me, tinha carradas de estresse, etc.
Bem, meus amigos: Com a prática de cicloturismo, a dor de joelho desapareceu, o coração funciona agora na perfeição (o ecocardiograma assim o diz, e eu confirmo), os níveis de estresse baixaram fortemente...
Portanto, pessoal, quem não pedala, toca a pedalar. É a vossa saúde que está em jogo. O ano passado fiz mais de 7.000 kms e este ano já passei os 1.000.
Pedalar, é óptimo! Então, depois de entrar nos "entas", direi mesmo que é indispensável. Qual ginásio, qual quê,AR LIVRE! É económico e não doi nada, antes pelo contrário.

guerradossantos@gmail.com disse...

Miguel, manda-me uma foto da tua bina.
Delta, obrigado pelo seu testemunho excepcional!

Um abraço a todos.

Hugo Silva disse...

Grande Paulo... nada como uma "pasteleira" para sentir o verdadeiro feeling do ciclismo urbano.

P.S.: não te esqueças de ir colocando os comentários em relação ás diferenças que sentiste e eventuais mehorias (ou não) ;)

Frederico disse...

This comment has been removed because it linked to malicious content. Learn more.

delta disse...

Concordo com o Frederico: Descer a Av. da Liberdade pela faixa central, ao domingo de manhã, é fantástico!
Embala-se no Marquês e aí vai disto...
Em relação ao piso, não tá lá grande coisa!

Miguel Carvalho disse...

A minha é uma "sem-jeito" da Decathlon.. nada de especial. Por acaso quando comprei (há um ano, depois de ter usado uma pasteleira "emprestadada" durante anos) até acho que vi o biclas.com, mas não me lembro desta...

Digamos que não tinha grande esperança em encontrar muita escolha por cá, por isso qd vi a da Decathlon...

Relatos de quem já pedala pela cidade de Lisboa .............

São cada vez mais aqueles que usam a bicicleta como meio de transporte em Lisboa ( 29 testemunhos) ....................................... ver mais »

Engenharia Civil - Vias de Comunicação e Transportes

Intermodalidade de Transportes na cidade de Lisboa
Quanto lhe custa TER e USAR o seu automóvel ?
Os "100 dias" nos media

FAQs, Links, e informações de interesse para o ciclista ..........................

O código da estrada e os velocípedes ....................................
Rede de zonas cicláveis em Lisboa .....................................
Estacionamento para bicicletas, na cidade de Lisboa .............. brevemente
Rede de lojas e oficinas de bicicletas em Lisboa ............ brevemente
Transporte de bicicletas no metropolitano de Lisboa ...............
Transporte de bicicletas nos comboios da CP .....................
Transporte de bicicletas nos comboios da Fertagus ................
Transporte de bicicletas nos barcos da Transtejo e Soflusa ............
Custos comparativos com o uso do automóvel ............................ brevemente
Revistas da especialidade ......................................................... brevemente
Associações e grupos de entusiastas ........................................ brevemente
Eventos ................................................................................... brevemente

C.V. resumido


Currículo Vitae
Paulo Manuel Guerra dos Santos, Eng.º Civil.
Contacto: guerradossantos@gmail.com

Dados Pessoais
Nascido em 1973

Experiência Profissional
1995 a 2007 – Colaborador em diversas empresas de Projecto de Estradas e Consultoria (Proplano, Triede, Tecnofisil, Consulógica), onde desenvolveu competências na área do desenho e projecto de estradas, em particular com recurso às aplicações informáticas: AutoCAD, SMIGS e CIVIL 3D.

Experiência Pedagógica
1994 a 2007 – Mais de 6000h de formação ministradas em diversas escolas, centros de formação e empresas do continente e ilhas, nas áreas de Robótica Industrial, CAD, Topografia e Projecto de Estradas Assistidos por Computador.

Estágios Profissionais e Projectos Internacionais
2007 – Participação em projecto académico europeu na área da engenharia hidráulica, na Alemanha.
2007 – Estágio na Finnish Road Administration (Instituto de Estradas Finlandês), na cidade de Turku, na Finlândia.
2006 – Participação em projecto académico europeu na área da engenharia hidráulica, na Holanda.
1993/ 94 – Estágios na área da Robótica Industrial, em empresa tecnológica do sector metalomecânico, em Portugal.

Formação Académica
2007 – A preparar a tese de mestrado sob o tema “100 dias a ciclar na cidade de Lisboa”, com início previsto para 01 de Janeiro de 2008.
2007 – Conclusão da Licenciatura bi-etápica em Engenharia Civil, Ramo de Vias de Comunicação Rodoviárias, ISEL, com média de 15 valores.
1999 – Conclusão do Bacharelato em Engenharia Civil, ISEL, com média de 14 valores.

Formação Profissional em Novas Tecnologias de Informação
1995 a 2006 – Diversas acções de formação profissional nas áreas de Robótica Industrial, CAD, SIG, Topografia, Engenharia de Estradas, Design Gráfico e Criação de páginas de Internet.
1992 a 1994 – Curso de Robótica Industrial, CENFIM, com 3000h.

Formação Pedagógica
1994 a 2003 – Diversas acções de Formação Pedagógica de Formadores e Meios Audiovisuais.

Certificações Pedagógicas
Desde 2000 – Certificado pela AutoDESK, como formador autorizado em tecnologias de desenho e projecto assistidos por computador.
Desde 1998 – Certificado pelo IEFP como Formador, com CAP.

Resumo da situação actual
Actualmente exerce actividade em regime de freelancer como Técnico Especialista e Formador nas áreas de:

- Desenho Técnico Assistido por Computador (AutoCAD), para Arquitectura, Engenharia e Construção, a 2D, 3D e 4D.
- Modelação Digital de Terrenos, para Topografia (CIVIL 3D).
- Cálculo de Vias de Comunicação Rodoviárias Assistido por Computador (CIVIL 3D).

Outras informações
Disponibilidade total. Flexibilidade de horários. Habituado a viajar pelo país e pelo estrangeiro.
Muito bom nível de inglês falado e escrito. Excelentes capacidades de comunicação.
Não fumador. Dador de sangue. Praticante de desportos de combate.