O projecto dos "100 dias"

01.01.'08 - Apresentação e arranque do projecto ............ SIC
12.05.'08 - Primeiras conclusões aos 80 dias ................... SIC 02.07.'08 - Transportes amigos do ambiente .................. RTP2
18.09.'08 - Conclusões finais aos 130 dias ....................... TVI 22.09.'08 - Dia Europeu da Mobilidade 22.09.2008 ........ RTP1
02.11.'08 - Caia Quem Caia e as bicicletas ....................... TVI 30.12.'08 - Fim do Projecto dos "100 dias" ...................... RCP
01.01.'09 - Fim do projecto dos "100 dias" ...................... SIC 06.01.'09 - 100 dias na Prova Oral .......................... Antena 3


1 Outra reportagem
2 Outra reportagem
3 Outra reportagem
4 Outra reportagem
5 Carmona Rodrigues


Tese de mestrado "Contribuição do modo BICI na gestão da mobilidade urbana" - Descarregar PDF »»

Dia 213 - 25.02.2009

De Santos à Radio Renascença, na Rua Ivens
Da cota 05m à cota 40m, 1.5km + 1.5km
From Santos to Radio Renascença, at Ivens Street
From 05m to 40m altitude, 1.5km + 1.5km

Confesso que este ano tenho andado pouco de bicicleta, mas isso deve-se a duas razões: tenho estado fora da cidade por longos períodos e este ano, Janeiro foi um mês excepcionalmente chuvoso.
I confess this year I've been cycling much less, but I have 2 reasons for that: I've been out of the city for longer periods, and this January have been a very rainy month.

Mas hoje pela manhã utilizei a minha bicicleta para me fazer deslocar à Radio Renascença, na Rua Ivens (bem perto do chiado), a convite do reporter Pedro Simões, para trocar (e gravar) umas impressões sobre a cidade de Lisboa, a sua relação com as bicicletas e o projecto dos "100 dias".
But today morning, I used my bike to go to Radio Renascença, at Ivens Street (near Chiado), invited by Pedro Simões, to talk (and tape) a bit about Lisbon, Bicycles and the "100 days" project.

A subida fez-me pela Calçada do Combro .... apeado da bicicleta. Para quê esforçar-me demais, podendo sem grande cansaço alcançar o topo sem suor?
I went uphill thrue Calçada do Combro Street ... out of bycicle. Why should I make so much effort, if I can do it easier and with no sweating?

Aproveitei ainda para dar um salto ao Miradouro de Santa Catarina (Adamastôr), cuja vista me dá grande energia.
I still used the opportunity to go to Santa Catarina Sightseeing, wich I really enjoy.

(A bici estacionada, ou melhor, amarrada a um sinal de trânsito, a 5m da entrada das instalações da Rádio Renascença, na Rua Ivens)
(My bike parked, I mean, locked to a traffic sign, 5m from the entrance of Radio Renascença, at Ivens Street)

Após 1 hora de conversa (gravada), regressei a casa pelas ruas do Chiado, Largo do Camões e Calçada do Combro, desta vez montado na bicicleta, pois é sempre a descer.
After 1 hour of conversation, I returned home, cycling thrue Chiado, Largo do Camões and Calçada do Combro Street, this time mounted on the bike, as it is always donwhill.

Paulo Santos
1950km de bici convencional em Lisboa, desde 01.01.2008
1950km cycling in Lisbon, since 01.01.2008

4 comentários:

Simõesonov disse...

Oi Paulo!
Já enviei o som para o teu email. Espero que tenhas recebido.
Obrigado pelo disponibilidade.
Pedro Simões

guerradossantos@gmail.com disse...

Já sim, Pedro. Ainda não o ouvi, mas mais logo coloco-o no blogue para que todos o possam ouvir. Espero que não haja problema da vossa parte. Mais uma vez, ficam os agradecimentos à Radio Renascença pela promoção a este meio de transporte na cidade de Lisboa e no país.
Abraço.
Paulo Santos

Jorgex disse...

Nós não suamos, transpiramos. =P

guerradossantos@gmail.com disse...

Jorgex, desculpa :) Tens toda a razão. E já não é a primeira vez que o dizes :)
Paulo

Relatos de quem já pedala pela cidade de Lisboa .............

São cada vez mais aqueles que usam a bicicleta como meio de transporte em Lisboa ( 29 testemunhos) ....................................... ver mais »

Engenharia Civil - Vias de Comunicação e Transportes

Intermodalidade de Transportes na cidade de Lisboa
Quanto lhe custa TER e USAR o seu automóvel ?
Os "100 dias" nos media

FAQs, Links, e informações de interesse para o ciclista ..........................

O código da estrada e os velocípedes ....................................
Rede de zonas cicláveis em Lisboa .....................................
Estacionamento para bicicletas, na cidade de Lisboa .............. brevemente
Rede de lojas e oficinas de bicicletas em Lisboa ............ brevemente
Transporte de bicicletas no metropolitano de Lisboa ...............
Transporte de bicicletas nos comboios da CP .....................
Transporte de bicicletas nos comboios da Fertagus ................
Transporte de bicicletas nos barcos da Transtejo e Soflusa ............
Custos comparativos com o uso do automóvel ............................ brevemente
Revistas da especialidade ......................................................... brevemente
Associações e grupos de entusiastas ........................................ brevemente
Eventos ................................................................................... brevemente

C.V. resumido


Currículo Vitae
Paulo Manuel Guerra dos Santos, Eng.º Civil.
Contacto: guerradossantos@gmail.com

Dados Pessoais
Nascido em 1973

Experiência Profissional
1995 a 2007 – Colaborador em diversas empresas de Projecto de Estradas e Consultoria (Proplano, Triede, Tecnofisil, Consulógica), onde desenvolveu competências na área do desenho e projecto de estradas, em particular com recurso às aplicações informáticas: AutoCAD, SMIGS e CIVIL 3D.

Experiência Pedagógica
1994 a 2007 – Mais de 6000h de formação ministradas em diversas escolas, centros de formação e empresas do continente e ilhas, nas áreas de Robótica Industrial, CAD, Topografia e Projecto de Estradas Assistidos por Computador.

Estágios Profissionais e Projectos Internacionais
2007 – Participação em projecto académico europeu na área da engenharia hidráulica, na Alemanha.
2007 – Estágio na Finnish Road Administration (Instituto de Estradas Finlandês), na cidade de Turku, na Finlândia.
2006 – Participação em projecto académico europeu na área da engenharia hidráulica, na Holanda.
1993/ 94 – Estágios na área da Robótica Industrial, em empresa tecnológica do sector metalomecânico, em Portugal.

Formação Académica
2007 – A preparar a tese de mestrado sob o tema “100 dias a ciclar na cidade de Lisboa”, com início previsto para 01 de Janeiro de 2008.
2007 – Conclusão da Licenciatura bi-etápica em Engenharia Civil, Ramo de Vias de Comunicação Rodoviárias, ISEL, com média de 15 valores.
1999 – Conclusão do Bacharelato em Engenharia Civil, ISEL, com média de 14 valores.

Formação Profissional em Novas Tecnologias de Informação
1995 a 2006 – Diversas acções de formação profissional nas áreas de Robótica Industrial, CAD, SIG, Topografia, Engenharia de Estradas, Design Gráfico e Criação de páginas de Internet.
1992 a 1994 – Curso de Robótica Industrial, CENFIM, com 3000h.

Formação Pedagógica
1994 a 2003 – Diversas acções de Formação Pedagógica de Formadores e Meios Audiovisuais.

Certificações Pedagógicas
Desde 2000 – Certificado pela AutoDESK, como formador autorizado em tecnologias de desenho e projecto assistidos por computador.
Desde 1998 – Certificado pelo IEFP como Formador, com CAP.

Resumo da situação actual
Actualmente exerce actividade em regime de freelancer como Técnico Especialista e Formador nas áreas de:

- Desenho Técnico Assistido por Computador (AutoCAD), para Arquitectura, Engenharia e Construção, a 2D, 3D e 4D.
- Modelação Digital de Terrenos, para Topografia (CIVIL 3D).
- Cálculo de Vias de Comunicação Rodoviárias Assistido por Computador (CIVIL 3D).

Outras informações
Disponibilidade total. Flexibilidade de horários. Habituado a viajar pelo país e pelo estrangeiro.
Muito bom nível de inglês falado e escrito. Excelentes capacidades de comunicação.
Não fumador. Dador de sangue. Praticante de desportos de combate.